Eu Faço Cultura inicia nova temporada em Brasilia

by - 18.7.14

Brasília será a primeira cidade a receber o projeto em 2014 com cursos, exposições, espetáculos de teatro e de dança, oficinas de circo, e muitas outras ações culturais. A entrada é gratuita

Com oito anos de sucesso na bagagem, o Eu Faço Cultura já fez check in e volta a percorrer o Brasil. Em 2014, treze cidades, entre municípios e capitais, receberão as atividades do projeto que leva às comunidades com fragilidades sociais cursos, exposições, espetáculos de teatro e de dança, oficinas de circo, de fotografia, de percussão e de artes plásticas, além de workshops e muitas outras ações culturais, como shows e exibições de cinema.



Nos primeiros anos de realização, o Eu Faço Cultura conseguiu atingir mais de 600 mil pessoas entre participantes das oficinas e espectadores dos shows. A grande participação e apoio dos empregados da CAIXA, mobilizados pelo Movimento Cultural do Pessoal da CAIXA (MCPC) motivou a continuação do projeto, que volta a percorrer algumas cidades do Brasil.

A temporada 2014 do Eu Faço Cultura rodará o país com diversas atrações da música brasileira a partir deste mês até dezembro. A primeira cidade a receber o evento será Brasília, no dia 19 de julho, no Gama, ao lado da administração. Na sequência, virão Novo Hamburgo e Porto Alegre (RS); Sorocaba, Santos, Santo André e São José dos Campos (SP); Poços de Caldas, Juiz de Fora, Governador Valadares e Montes Claros (MG); Vitória (ES); e São Luis (MA).

Entre as apresentações, está a do “Salto Triplo”, às 9h. Formado em Brasília em 2013, e apesar de jovens, seus integrantes já atuam há bastante tempo no cenário musical da cidade. Marcelo Lima (bandolim, violão, guitarra e voz) é membro fundador do “Marambaia”, grupo de música instrumental da cidade que possui três cds gravados e diversos shows pelo Brasil e Exterior. Fernando Fernandes (Baixo, viola, percussão e voz) faz parte do Grupo Cultural “Pé de Cerrado” e desde 2000 se destaca na produção de eventos e espetáculos de cunho regional. Ismael Rattis (Bateria e percussão) integra o grupo de rock “10Zero4”, a banda de Carlinhos Veiga, violeiro e compositor  de nossa cidade.

Às 13h, com o espetáculo “Prá Subir na Vida”, o palhaço Pepino é um vendedor que brinca com histórias de trabalho, onde dribla os percalços sem contar com o risco do desemprego. Na venda de escadas, através de uma rebuscada mímica com habilidades circenses, ele precisa enfrentar sua concorrente desleal. Números tradicionais do circo brasileiro resultam em gargalhadas garantidas para todos os tipos de plateia.

Às 15h, o Circo Teatro Artetude, uma trupe que estuda e desenvolve tecnologia para espetáculos de rua, se apresenta. O grupo conta com quatro espetáculos: Brincadeiras de Circo, Grande Circo dos Irmãos Saúde, Patralhões e Clownbaré (show de variedades). Em seu ônibus equipado com som, luz, cinema e picadeiro, que ora é camarim, ora é picadeiro, a trupe viaja por todo o Brasil. A bordo desse circo sobre rodas, já participaram dos principais festivais de palhaço e circo do país, como SESC Fest Clown (Brasília), Anjos do Picadeiro (Rio de Janeiro), Fiac (Bahia), Mostra SESC Cariri de Cultura (Ceará), Mostra Zezito de Circo (Brasília), Festival de Circo do Brasil (Recife), Tangolomango (RJ e PE) e Festival Mundial de Circo (Belo Horizonte), entre outros.

Já às 17h, Junior Ferreira (sanfona) vem acompanhado de Léo Barbosa (percussão), Hamilton Pinheiro (baixo) e Félix Jr (violão). No repertório muito choro, baio e xote para animar o público. Além de composições já consagradas como Feira de Mangaio, composições próprias também farão parte do show.

Sobre o Eu Faço Cultura

Patrocinado pela CAIXA SEGUROS, o Eu faço Cultura é o maior projeto cultural do Brasil financiado com recursos do Imposto de Renda de Pessoa Física (IRPF). Trata-se de uma iniciativa da Federação Nacional das Associações de Empregados da CAIXA (FENAE), cuja atuação envolve, exclusivamente, os mais de 92 mil empregados e aposentados da CAIXA em todo o Brasil. Sua mecânica prevê, por meio da Adesão ao Movimento, a doação espontânea de valores, que serão investidos em projetos culturais (neste caso, investidos no Projeto Eu Faço Cultura), cabendo a dedução na Declaração de Imposto de Renda (até 6% do Imposto Devido) do valor doado. Um direito garantido pela Lei 8.313/1991, que institui o Programa Nacional de Apoio à Cultura – ou Lei Rouanet.


Essa dinâmica de fomento ao Projeto Eu Faço Cultura, faz dele o maior projeto cultural do Brasil financiado com recursos do Imposto de Renda de Pessoa Física (IRPF).

Programação:


AGENDA GERAL
Horário
Ação
Local
09h
Abertura do evento
Banda Instrumental Local
Marco Cultural
10h30
Fim Apresentação
Banda Instumental Local
Marco Cultural
09h
Inscrição para oficinas
Tendas Oficinas
09h
Abertura Rua Brincante
Tenda Rua Brincante
09h
Inicio Inscrições Oficinas
Tendas Oficinas
10h
Primeira Turma Oficinas
Tendas Oficinas
11h
Segunda Turma Oficinas
Tendas Oficinas
12h
Terceira Turma Oficinas
Tendas Oficinas
13h
Quarta Turma Oficinas
Tendas Oficinas
13h
Apresentação Teatro Local
Marco Cultural
14h
Fim Apresentação Teatro local
Marco Cultural
14h
Quinta Turma Oficinas
Tendas Oficinas
15h
Sexta Turma Oficinas
Tendas Oficinas
15h
Apresentação Teatro Nacional
Marco Cultural
16h
Encerramento Teatro Nacional
Marco Cultural
16h
Sétima Turma Oficinas
Tendas Oficinas
17h
Oitava Turma Oficinas
Tendas Oficinas
17h
Apresentação Instrumental Nacional
Marco Cultural
18h
Fim Apresentação Instrumental Nacional
Marco Cultural
18h
Nona Turma Oficinas
Tendas Oficinas
18h
Cinema Open Air
Marco Cultural
19h
Décima Turma Oficinas
Tendas Oficinas
19h30
Encerramento Evento
Marco Cultural

Serviço:

O que: Eu faço Cultura
Onde: SCE Quadra 55, Setor Central do Gama ao lado da administração
Horário: 9h às 19h30

Acessibilidade: Sim
Entrada: Gratuita
Telefone para informações: (61) 3213 5769)

Posts relacionados

0 comentários

Obrigada pela visita!!!