Arte urbana colore o Conjunto Nacional

by - 18.5.17


A arte do grafiteiro brasiliense Pedro Sangeon, criador do personagem Gurulino, ficará exposta em dois tapumes no shopping, a partir desta quinta-feira (18)


            O Conjunto Nacional aderiu à arte urbana e vai trazer as cores vibrantes e grafismos do movimento underground para o interior do shopping. Para que a arte seja a cara de Brasília, o autor das obras será o artista plástico e ilustrador brasiliense Pedro Sangeon, conhecido especialmente pela criação do personagem Gurulino, um ser de três olhos que estampa dezenas de espaços da capital, como paredes de áreas comerciais, passagens subterrâneas e tesourinhas do Plano Piloto, geralmente acompanhado de frases reflexivas. Para pintar os tapumes, Pedro contará com a ajuda de outros dois multi-artistas brasilienses, seus parceiros Rodrigo Koshino e Renato Moll.

          
  “A cultura sempre fez parte do DNA do Conjunto Nacional, que tem a preocupação de trazer música, exposições e programação infantil para o shopping. A arte urbana ocupa um espaço especial no emocional do brasiliense e, além de valorizar essa importante expressão artística da linguagem das ruas e da sociedade, iremos trazer um pouco desse trabalho incrível do Pedro para perto de nossos clientes”, explicou a gerente de Marketing do Conjunto Nacional, Cláudia Durães.

Para criar as artes dos tapumes, Pedro se inspirou no tema ‘Sonhos’, que vai nortear todas as campanhas institucionais do shopping este ano. “Juntei essa ideia ao mais interessante do meu trabalho, a inspiração e a mágica, já que o Gurulino tem esse universo de paz, tranquilidade, contemplação, de ser um refresco no olhar de quem passa”, disse o artista. “Nosso primeiro mural, no 1º piso, vai ser um trabalho em cima dos peixes birutas, que fazem parte do universo do Gurulino e que são muito significativos dentro desse mundo onírico e pacífico. Acho que a presença deles, voando e com nuvens, vai trazer um ambiente muito harmônico para o local”, explicou Pedro.

O segundo tapume, no 2º piso, que será pintado em seguida, foi criado tendo como base uma das mais populares criações de Pedro na cidade. “É um paredão de Gurulinos, com mudras nas mãos, em diferentes formas, com cores variadas e um céu estrelado, criando um espaço mais profundo, místico e expansivo. A ideia é que as pessoas possam parar, admirar, serem seduzidas pelas cores e se divertirem”, disse.

Pedro, que nasceu e cresceu em Brasília, contou que está muito animado em levar sua arte para o interior do shopping mais tradicional da cidade. “Foi uma honra ser convidado para colocar meu trabalho dentro do Conjunto Nacional, pois o shopping é um marco na história da cidade e de quem vive aqui. Vou ao Conjunto desde os dois anos de idade. Faz parte da minha história”, disse Pedro. “É um local democrático, em que as pessoas podem ter acesso a eventos e ação culturais que são espontâneas. Quando eu faço um passeio de arte urbana pela cidade, conto sobre a história do Conjunto Nacional e do Conic como centros de cultura utópicos da cidade. É muito legal o esforço do shopping para manter essa tradição que foi inspirada por Lúcio Costa, de ser um lugar arrojado e moderno, mas que ao mesmo tempo abraça todo mundo”, continuou. Pedro acredita que o grafite também tem essa característica e que casa perfeitamente com o Conjunto Nacional.

“Espero que o público de Brasília, que conhece o Gurulino, venha ver os murais. Provavelmente muitos já frequentam o shopping e acho que vai ser uma boa surpresa encontrarem esses grandes murais do Gurulino. Espero que gere tanto o espaço onírico do sonho, de contemplação, paz e serenidade, como seja também um espaço de alegria, diversão, cores, de celebração entre todos, amigos e família”, completou Pedro.

Posts relacionados

0 comentários

Obrigada pela visita!!!